MADURO E AS ELEIÇÕES

Um governo que não aceita observadores internacionais e que não aceita fiscalização imparcial de uma votação, só pode gerar uma eleição fraudulenta. Ainda mais quando se tem um organismo organizador totalmente parcial e a favor do governo. Está muito fresca na memoria dos observadores internacionais e dos democratas, a “eleição fraudulenta e ilegal” da Assembleia Constituinte da Venezuela ,organizada e feita sem que ninguém a pedisse (exceto o presidente da republica sem consultar o povo) e cujos votantes só foram “maduristas” da ditadura. Agora temos a eleição de governadores de esse pais donde caiu de 20 para 17 o número de governadores maduristas. Ao que se sabe, se a eleição fosse 100% Democrática no teria sacado a frente nenhum governador o governo do atual ditador. Muitos leigos e “desavisados pouco esclarecidos”, dizem que Maduro luta contra os “oligarcas” do seu país e por isso se justifica. Se justifica, sim !! , más não se legitimiza. Pois junto com lutar contra a direita selvagem, também luta contra a direita democrática, a esquerda democrática e o centro democrático. É dizer – em outras palavras – luta em contra a própria Democracia. Ele luta por estabelecer uma ditadura como a cubana em que uma dinastia castro-comunista, se apoderou do poder e governa o país com mão de ferro e sem liberdade alguma, conforme o Imperialismo Marxista manda. Destruir a direita selvagem para implantar uma ditadura de esquerda, é o mesmo que sair da frigideira para entrar no forno. É uma imbecilidade que não tem justificativa alguma. Destruir os dois, sim que é uma medida saudável como lutam para fazê-lo os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos. Temos NOJO e ÓDIO das ditaduras.

 

1 comentário sobre “MADURO E AS ELEIÇÕES”

  1. Que suplício vive nossos irmãos venezuelanos! Este desgraçado do Maduro, Stálin de quinta categoria, deveria pegar prisão perpétua!

    Parabéns pelo blog! Estou lendo os posts e gostando muito.

    Abraços!

    Alexandre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *