COREIA DO NORTE

Passou na TV Brasileira uma reportagem sobre saúde ocular de Coreia do Norte (a Coreia dominada pela ditadura comunista). Um médico oftalmologista estrangeiro se propôs voluntariamente e sem cobrar nada (grátis) operar a 1.000 pacientes coreanos do norte que tiveram cegueira por problemas de saúde e devolver a visão ao menos de um olho. Junto à equipe do médico, se infiltrou una jornalista para ver (e filmar) a vida nesse país. A tarefa não foi fácil porque o governo autorizou a visita do médico oftalmologista e sua equipe más colocou vários policias para os acompanhar (vigiar) por todo lados e autorizar seus movimentos. O médico e sua equipe de auxiliares, cumpriram a sua promessa e seu objetivo: operaram 1.000 pacientes, devolvendo-lhes a visão. O desdobramento disto é quase “inverossímil”. Primeiro que tudo: os pacientes que recuperaram a visão, no lugar de agradecer a equipe médica que o providenciou, gritavam elogios e rezas ao ditador, ao “grande líder”, “ao grande pai”, “a luz do universo celestial”, “ao protetor dos norte-coreanos”, “a defesa da pátria em contra dos americanos”, etc. etc. Ver como um povo pode renunciar a sua individualidade para elogiar o “grande líder”, traz lembranças do período nazista na Alemanha com Hitler, como era Stalin em URSS e Fidel Castro em Cuba. Por isso falamos que as ditaduras são uma coisa péssima. Outro coisa impressionante, é o fato de que a capital de Coreia do Norte ser um luxo só, enquanto o interior é um lixo. Até morar na capital é um privilégio somente concedido aos mais aduladores do ditador, que é o herdeiro de uma dinastia comunista-imperial. Enquanto na capital, as pessoas (incluindo as crianças) são gordinhas e bem alimentadas, no interior todo mundo morre de inanição (fome). Sabemos que o Imperialismo Marxista quer nos enjaular numa ditadura comunista. Os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos, temos ÓDIO e NOJO das ditaduras. Leia diariamente: www.socialismodemocratico.info (este Blog é financiado com economias próprias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *