FERNANDO GABEIRA – PARTE II

Uma anedota verídica contada por um ex-ministro presidente do Banco Central do Brasil, diz o seguinte: o arquimilionário Eike Batista lhe telefonou uma vez ao seu escritório e lhe fez a seguinte proposta, como ele sabia que conhecia e era meio amigo de Gabeira, pediu que lhe arrumasse uma reunião com ele para lhe pedir conselhos sobre a participação das suas empresas no Brasil assim como verificar os rumos delas. Em contrapartida, ele daria uma boa participação em dinheiro como doação para sua campanha ao governo do Rio de Janeiro. Assim o fez. Telefonou ao Gabeira e lhe informou da proposta. Ouviu de Gabeira o seguinte: ele daria os conselhos solicitados pelo Sr. Eike Batista de como deveriam ser os rumos das empresas privadas no Brasil e todo o demais gratuitamente, mas com respeito a sua intenção de doar dinheiro para sua campanha ao governo do Rio de Janeiro, não precisava fazer isso já que sua campanha se caracterizava pela imparcialidade e já estava com toda a verba necessária para isso. Quando o ex-presidente do Banco Central devolveu a mensagem ao arquimilionário pelo telefone, segue-se um silêncio de vários segundos e logo veio a confissão do Sr. Batista: “no meus anos de empresário, que são muitos – JAMAIS, repito JAMAIS, recebi uma recusa de dinheiro de um político. Esse Sr. Gabeira deve ser de outro planeta…”. Como informação adicional: Gabeira perdeu o governo do Estado do Rio de Janeiro para o “bonitinho”, Sr. Sergio Cabral, que hoje está preso na cadeia com mais de 120 anos de sentença, como o maior ladrão que o mundo já conheceu… Votar nos bonitinhos, dá nisso: as aparências ENGANAM a todos. Os Trabalhadores não marxistas somos “volta e meia” enganados por demagogos e ladrões profissionais, assim como sabemos perfeitamente que o Imperialismo Marxista quer nos enjaular a todos numa ditadura comunista. Temos NOJO e ÓDIO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *