DECLARAÇÃO PÚBLICA DE 22/09/2020

Nos, os Trabalhadores não marxistas, que professamos e seguimos os Princípios e Objetivos da Filosofia Socialista Democrática em todo o planeta, declaramos publicamente que em Venezuela nós, os Trabalhadores, estamos sendo enganados conscientemente, e usados como bala de fuzil contra a direita por verdadeiros delinquentes políticos que seguem a tenebrosa linha do Imperialismo Marxista. Na Venezuela tem se instalado uma ditadura do tipo socialista-marxista com o ditador Maduro à frente. Nós, o povo Trabalhador, não precisamos que nenhum governo marxista ou fascista nos forneça uma cesta com alimentos, que nem alcança um mês. O que queremos é Trabalho, para isso é que somos Trabalhadores. Fomos enganados desde o princípio. Quando apareceu Hugo Chávez, disse que os problemas da Venezuela acabariam quando fosse Presidente, e acreditamos… Também acreditamos quando trocou os juízes do Supremo Tribunal. Começamos a suspeitar quando Chávez se comportava como demagogo, prometendo coisas e não cumprindo. Importou eletrodomésticos da China comunista e os presenteou ao povo. Quando a oposição disse que Chaves estava comprometendo os cofres do país, pensamos que era pura inveja da oposição. Quando abriu as portas de PDVSA para que milhares de jovens pudessem Trabalhar, o consideramos “um gênio”.

O reelegemos presidente, embora já aparecessem os sintomas de descalabro do país. Pouco a pouco foi prestigiando os marxistas em detrimento dos Democratas. Os comunistas e marxistas em geral começaram a ocupar elevados cargos com o fetiche de ser “chavistas”. Se pôs a favor da ditadura de Cuba abertamente. Decretou que os milhares de cubanos comunistas que foram contratados não pagariam passagens em Venezuela. Isso nos mostrava que a coisa era feia e não como a pintava o governo. A legalização dos “coletivos da revolução”, verdadeiras gangues de bandidos que assaltam, agridem e matam Trabalhadores, nos mostrou a verdadeira cara de Chávez e os marxistas Venezuelanos. Seu sucessor foi Maduro, pior que Chávez. Um ditador que usa a imagem de Simón Bolívar para todo tipo de ilegalidades, sem importar nem um “pio” com a opinião Internacional. Simón Bolívar, na Convenção de Cartagena, disse: “nada é tão perigoso como deixar um governante muito tempo no poder, ali se origina a tirania”. Maduro ignora isso. Maduro, em Venezuela, é o chefe de tudo. É o ditador absoluto. Mais ditador que o fascista Benito Mussolini. Conseguiu o poder Executivo por una eleição fraudulenta, já que a oposição foi impedida. Em toda Democracia o Poder Legislativo é independente e respeitado. Maduro faz caso nenhum dele. Os membros do Parlamento são impedidos de entrar pela Polícia Política e as Milícias do Ditador. Uma vergonha mundial que só se vê em Venezuela. O poder Judicial está nas mãos do Ditador e seus seguidores marxistas. Somente fazem ordens para cercear a liberdade do Parlamento. As Forças Armadas que poderiam ser neutras e independentes, defensoras do país e da Democracia, são controladas pelos marxistas do ditador e recompensadas “por seus serviços” com “ouro”. A Promotoria que antes era apolítica, agora é controlada pelo ditador. Sua principal promotora vive no exilio, perseguida pelo governo marxista.

Se oferecia a nós Trabalhadores muita comida e barata, tudo era mentira. Hoje passamos fome e os nossos filhos sofrem de raquitismo por inanição. Nos dão uma cesta básica de alimentos que não alcança nem as 1000 calorias por dia. Os médicos têm que contrabandear remédios para manter vivos seus doentes. Para todos os problemas contra o povo, o governo tem uma desculpa. Os outros é que são os culpados. Os Trabalhadores não queremos desculpas, queremos SOLUÇÔES. Queremos pão sem correntes. Cada dia que passa temos mais correntes e menos pão. Maduro disse que o Império (norte-americano) é o causador de tudo. Ele pensa que os Trabalhadores somos idiotas mentais. Isso é uma mentira do tamanho de um elefante. Uma desculpa vergonhosa da sua incapacidade e da incapacidade dos marxistas. Sabemos que o culpado é o Imperialismo Marxista e ele, pessoalmente. Numa Democracia, a rotação do poder é uma obrigação. Maduro ignora isso vergonhosamente. Não precisamos de cestas de alimentos, precisamos de Trabalho e Salários justos para comprar nossos próprios alimentos, sem necessidade de sermos extorquidos pela boca.

Os países democráticos olham com desgosto para a ditadura venezuelana, mas só latem, não mordem, da mesma forma que alguns cachorros. Uma intervenção para salvar e socorrer a Democracia na Venezuela seria o melhor que poderia acontecer ao país. A solução definitiva era expulsar os comunistas cubanos e colocar os marxistas venezuelanos donde os comunistas cubanos põem aos Democratas.

Fazemos um chamado a todos os Trabalhadores antimarxistas e democráticos para repudiar a ditadura dos marxistas na Venezuela. ATÉ A VITÓRIA FINAL, SEMPRE!!!

A FILOSOFIA “SOCIALISTA DEMOCRÁTICA” REÚNE O MELHOR DO SOCIALISMO (JUSTIÇA SOCIAL) E O MELHOR DA DEMOCRACIA (LIBERDADE E PLURIPARTIDARISMO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *