OLOF PALME

Assim se chamava o Primeiro Ministro da Suécia que foi assassinado por um desconhecido. Há trinta anos que a polícia sueca tentava esclarecer o caso e somente hoje o conseguiu. No dia do assassinato o primeiro ministro tinha dispensado sua guarda pessoal e foi ao cinema com sua mulher seu filho e sua nora. Na saída veio um desconhecido por trás e lhe deu um tiro que foi fatal e fugiu. No princípio se pensou que se tratava de um extremista de esquerda ou de um extremista de direita. Hoje a suspeita recai sobre um extremista de direita que se suicidou em 2000. Também se investigou a autoria intelectual do ditador Augusto Pinochet do Chile, do qual Olof Palme era um acirrado crítico. Olof Palme era líder do PARTIDO OPERARIO SOCIAL DEMOCRATA, ao qual Stalin chamava de “Social traidor” por não ser aliado da Internacional Comunista e por ter protegido os SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS russos (que tinham fugido da revolução comunista na Rússia) quando ele e Lenin exterminaram todos os Socialistas Democráticos depois que se sublevaram na fortaleza de Kronstad, contra a falta de liberdade. Olof Palme era um carismático “premier”, preocupado em manter o equilibro entre Liberdade e Justiça Social (diz-se que muito o ajudaram os Socialistas Democráticos). Socialismo e Democracia eram suas preocupações. Seus feitos foram muitos, mas podemos destacar o aumento do poder dos sindicatos. O achatamento da classe dos ricos pela aplicação de impostos progressivos. Resultado: menos pobres. Ampliação e melhoramento do sistema de saúde pública (gratuito) e o sistema de bem-estar social. Retirou todos os poderes políticos da monarquia, deixando de fora apenas as FFAA. Fez pesados investimentos na educação pública gratuita. Criou a rede pública de creches e pré-escolas, permitindo o acesso ao trabalho a milhares de mulheres. Criticou a invasão comunista na Tchecoslováquia pela União Soviética; criticou o bombardeio americano ao Vietnã do Norte (Vietnã comunista); criticava o regime racista do “apartheid” dos brancos da direita de África do Sul; foi um duro crítico da ditadura militar do Chile, de Pinochet, apesar que reconhecia a loucura (insensatez) de Allende e do seu governo. Foi amigo pessoal de Willy Brand, o grande líder social democrata de Alemanha, espionado pelos comunistas. Sua morte foi uma grande perda para o mundo Democrático e Socialista. Faz muita falta!!

A FILOSOFIA SOCIALISTA DEMOCRÁTICA REÚNE O MELHOR DO SOCIALISMO (JUSTIÇA SOCIAL) E O MELHOR DA DEMOCRACIA) LIBERDADE E PLURIPARTIDARISMO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *