1%

Muitas das vezes escutamos que 1% dos Marxistas são recuperáveis.  Os outros 99% não são e não vale a pena perder tempo com eles. No caso do 1% dos marxistas, temos o caso de Deputado Gabriel Boric (auto declarado como “marxista”) do Frente Amplio do Chile que tem se manifestado contra as tiranias de América: de Maduro, Castro, Ortega, etc. Vejamos o que declarou o deputado: “ACREDITO PROFUNDAMENTE NUMA ESQUERDA SOCIALISTA DEMOCRÁTICA (não tinha se declarado marxista e portanto antidemocrático?) E LIBERTÁRIA QUE ENFRENTE O NEOLIBERALISMO SEM MEDO E QUE SEJA CAPAZ DE PROPOR UMA ALTERNATIVA AO SISTEMA QUE HOJE CONDENA A MAIORIA DO POVO A VIVER EM CONDIÇÕES DE INCERTEZA PERMANENTE” “PARA ISSO TEMOS, NO MÍNIMO, QUE EXIGIR QUE SEJAM RESPEITADOS OS DIREITOS HUMANOS SEMPRE, EM QUALQUER CONTEXTO E SEM NENHUMA DESCULPA”. Comentário: o deputado fala como um Socialista Democrático pleno a pesar que não é. O importante é saber que outras pessoas pensam como os Socialistas Democráticos. Os Trabalhadores NÃO marxistas Socialistas Democráticos sabemos que o IMPERIALISMO MARXISTA pretende nos colocar a todos dentro de uma ditadura comunista. Temos ODIO e Nojo das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *