A NESTLÉ

A Nestlé é uma empresa de origem europeia com sede central na Suíça. É uma empresa internacional de alimentos com inúmeras unidades fabris em todo o mundo. Fabrica milhares de produtos aos milhões. Temos escolhido esta empresa em forma especial para ver como o Marxismo e o seu braço político, o Comunismo, provocam o mal ao povo em geral. A Nestlé de Cuba foi estatizada, como todas (TODAS) as empresas privadas da ilha. Algum produto da Nestlé falta em Cuba? A resposta é não. Os produtos da Nestlé fabricados em Cuba agora têm outro nome. São do Estado, controlados por comunistas. As unidades fabris assim como a empresa toda é comandada por comunistas, pessimamente mal pagos (mas cheios de mordomias) onde a roubalheira (principalmente de produtos) chega a quase 15%. As antigas unidades da Nestlé de Cuba fabricam agora menos da metade dos produtos que fazia em 1958, antes da revolução. Mas isso não é o pior, o pior é que fabricam menos da metade (em quantidade) dos produtos que antes fabricavam. Os demais produtos da Nestlé que se usam em Cuba são IMPORTADOS e são esporadicamente encontrados. Pasmem: o leite condensado da ex-Nestlé fabricado em Cuba, tem menos açúcar que antes. E isso que a ilha é uma grande produtora desse insumo. Por que foi expropriada a Nestlé??? Fidel Castro y os comunistas não expropriaram a empresa porque estava funcionando mal (ou pagava mal). (O Imperialismo Marxista assim o exigia). Muito pelo contrário, agora nas mãos dos comunistas é que funciona e produz muito mal. Por outro lado, seus funcionários (os trabalhadores) ganham menos da metade do que ganhavam antes. Antes a empresa produzia milhares de produtos que beneficiavam a milhares de lares de Cuba. Hoje mal produz apenas para a metade, e é deficitária. O Estado (os trabalhadores) é que tem que sustentá-la. Produz prejuízos pagos pelos trabalhadores (como sempre os trabalhadores pagando o pato). A ditadura comunista não está nem aí com a ex-Nestlé e milhares de industrias que apresentam o mesmo caso ou similar. Para nós, os trabalhadores NÃO marxistas SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS, as empresas podem ser de qualquer um (privadas, do Estado, mistas ou dos marcianos), o que importa é que sejam produtivas, eficazes, úteis e servir ao povo, no lugar do povo servir elas. A ditadura comunista não está nem preocupada com isto, vejam o que sucede em Venezuela, tudo funciona mal e o povo é penalizado. Os marxistas culpam ao Imperialismo Yanqui e aos marcianos. O Imperialismo Marxista, dizem que é a vítima. Pois este último é “sem pecado concebido”. Os trabalhadores NÃO marxistas SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS somos a favor da DEMOCRACIA, da LIBERDADE y da JUSTIÇA SOCIAL. Somos contra as DITADURAS de todo tipo.  E contra das mentiras e dos mentirosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *