CÓMO SE TIRA DO PODER UN DITADOR?

Os chilenos sacaram Pinochet num processo pacífico aproveitando um erro do ditador. O erro consistia no seguinte. Ele acreditava que a maioria do povo chileno o apoiava já que ele havia melhorado o país (somente em números). Por isso consultou o povo num plebiscito para saber se o povo queria que ele continuasse no poder. Durante o plebiscito e depois dele, tentou fraudar o resultado a seu favor. Mas alguns generais da Marinha y da Força Aérea impediram tal coisa. O “NÃO” venceu amplamente e os dias de Pinochet e sua corte de sem-vergonhas (sanguessugas) começaram a se encurtar. A incipiente Democracia que se iniciou e continua até agora, é por todos conhecida. A Constituição, “tão moderna” como falam alguns idiotas, está para ser eliminada e trocada por outra feita “democraticamente”. Essa Constituição não é totalmente ruim, más é “injusta” pois faz aos ricos mais ricos e os pobres mais pobres. No caso da Venezuela, em que o ditador atropela diariamente a Democracia, em que desrespeita a própria Constituição de Hugo Chaves, os Democratas lutam pacificamente contra um ditador que usa toda a força do aparato militar que tem a seu lado contra a Democracia. Nestes últimos anos, ele sequestrou ideologicamente e financeiramente a todos os altos comandos dos três ramos das FFAA. Os opositores se contentam apenas com a frase: “as FFAA são leais ao ditador, até o dia anterior somente”. Os incautos e inocentes estúpidos, dizem que este é um assunto interno da Venezuela. Para nós, os SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS, qualquer violação à DEMOCRACIA em qualquer parte do mundo é um assunto que nos incumbe e nos afeta. Por isso dizemos: há que ajudar aos Democratas para tirar, pela “Razão ou pela Força” o ditador marxista da Venezuela. Não esquecemos a frase de Fidel Castro: “É uma obrigação de todo Democrata lutar para destituir os ditadores” (antes de Fidel Castro tomar o poder, época que se fazia passar por Democrata). LOBO EM PELE DE CORDEIRO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *