EMPRESA NACIONAL?

A definição de uma empresa nacional e de uma empresa estrangeira é uma definição muito discutida pelos interessados no assunto. A recente decisão do governo brasileiro do presidente Temer aumenta a confusão sobre este assunto. O decreto dele estabelece que as empresas aéreas poderão ter seu capital 100% estrangeiro porem as empresas serão Brasileiras. Alguns opinam que sendo de 100% de capital forâneo, as empresas automaticamente serão estrangeiras e não Brasileiras. O fato de estar localizadas com sua matriz em território Brasileiro não as faz empresas nacionais. A Direita está eufórica pois deseja que todas as empresas sejam de capital privado, qualquer que seja. A esquerda marxista está de luto e enraivecida pois deseja que todas as empresas sejam do Estado. No médio termo os Socialistas Democráticos desejamos que todas as empresas consideradas “estratégicas”, tenham capital forâneo até 50%. Seria como considerar elas, como empresas mistas: de capital nacional e forâneo. As empresas e instituições consideradas como “exclusivamente nacionais” (polícia, FFAA, etc.) deverão ser de mantidas com dinheiro 100% nacional preferencialmente do Estado. Outras empresas consideradas “não estratégicas” (como a rede McDonald’s) podem ser de capital 100% estrangeiro, pois não há problema. O dinheiro economizado, o Estado o poderia investir em Saúde e Educação. A propósito em Guantánamo a base Americana em Cuba há um MvDonald’s onde se pode comer um delicioso sanduíche de hambúrguer com um refrigerante gelado e ar condicionado no ambiente. Na Cuba comunista e ditatorial não há nada parecido e os cubanos tem que comer ovo frito todos os dias pingando de suor. Os Trabalhadores NÃO marxistas sabemos perfeitamente que o Imperialismo Marxista pretende nos meter por todos os modos numa DITADURA COMUNISTA por toda a vida. Temos ODIO e NOJO das DITADURAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *