EVO MORALES E O EXÍLIO

Vemos as fotos do folclórico ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, jogando futebol alegremente com ministros do governo pro-comunista da Argentina de Alberto Fernández. Este indivíduo que tinha intenções de se transformar num ditador fedorento e marxista da Bolívia, enganando os eleitores com eleições fraudulentas e que afirma que o melhor governo do mundo é Cuba, é o astro da Argentina depois de ter recebido asilo político do maldito AMLO marxista do México. Evo está sendo tratado na Argentina do marxista Fernández como uma RAINHA. Mantido pela TV russa com milhares de dólares por mês, não sofrerá apertos financeiros.  Não passa fome como os que fugimos de Pinochet e nos refugiamos no Brasil. Ninguém nos ajudou. Ninguém levantou um dedo por nós. Ninguém nos convidou a uma partida de futebol. Ninguém nos convidou para um churrasco. Ninguém pagou a pensão de segunda classe em que dormíamos. Ninguém pagou um almoço para nós. Ninguém nos deu bola para qualquer coisa. Passamos fome, muita fome. Muitos pensaram: devíamos passar para o lado de Pinochet e voltar ao Chile. Devíamos vender nossa alma ao diabo para ter comida para botar na barriga e terminar nossa fome. Um emprego? Ninguém nos dava nem chance para isso. O índio Evo Morales pensa que todos somos imbecis. Disse que ia para Cuba para buscar tratamento médico, como se no México não tivesse médicos excelentes. Não disse para ninguém que foi à Cuba receber instruções do Imperialismo Marxista para destruir a frágil Democracia Boliviana. Agora, na Argentina, come do bom e do melhor, pago pelo governo pro-marxista de Fernández enquanto o povo argentino come “formigas”. Os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa ditadura comunista por toda a vida. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *