MAIS DEMOCRACIA

Um analista político bem dizia que pode existir capitalismo sem Democracia. Em outras palavras, pode haver uma ditadura com práticas de capitalismo geral e não apenas de Estado ou somente privado. Colocava como exemplo os regimes de China comunista (continental) e de Pinochet no Chile. O contrário não existe. A Democracia sem capitalismo, mesmo que a rigor, pode existir, não existe hoje na Terra. Em toda Democracia atual há uma forma de capitalismo. Em algumas, mais do Estado, em outras, mais da área privada, e uma terceira posição: mista (público-privadas). Algumas Democracias são mais liberais ou neoliberais, e outras menos, sendo mais estatais. Em todas elas se encontra um denominador comum: a liberdade e o pluripartidarismo. Nas ditaduras isso não existe. Tolerar o capitalismo e fazer dele um sustentáculo da economia é uma maneira inteligente de manter uma sociedade com mais recursos para fazê-la mais igualitária ou não, dependendo do governo do país. Para os SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS, o capitalismo é tolerável até que apareça algo melhor em que usar os recursos de poupança dos cidadãos e não simplesmente colocar no banco como nos países marxistas-comunistas. Sabemos comprovadamente que o capitalismo de Estado praticado pelos comunistas é pior que o capitalismo da iniciativa privada. A China comunista já demonstrou isto. A utilização dos “excedentes” do capitalismo é um assunto diferente em cada país: pode ser mais social ou mais material. Eles são controlados pelo governo e obtidos mediante os impostos. Em outras palavras: OS SISTEMAS POLÍTICOS (DEMOCRACIA E DITADURA) SÃO INDEPENDENTES DOS SISTEMAS ECONÔMICOS (CAPITALISMO DE ESTADO OU PRIVADO). Os Trabalhadores não marxistas SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa ditadura comunista por toda a vida. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *