MARCHA

A marcha das mulheres em Santiago do Chile pela legalização do aborto foi atacada por extremistas a facadas. Ficaram feridas três mulheres que foram tratadas no pronto socorro. O ataque dos extremistas (bandidos) não pode ser permitido e seus autores devem ser identificados, capturados e levados à justiça que esperamos que os puna com todo o rigor da lei. Esperamos que isto seja feito com a máxima rapidez e e energia. Isto é coisa típica dos extremistas de direita. Não queremos que passe algo similar ao que se sucede em Havana de Cuba, em que extremistas marxistas-comunistas lançam bolsas com excrementos humanos nas marchas das “Damas de branco” depois da missa da igreja. Estas marchas de mulheres pacíficas solicitam a liberdade dos presos políticos da ilha e que ninguém é preso por este ataque a elas asqueroso e repugnante do Imperialismo Marxista. Nada é investigado. Os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos não temos opinião formada unânime sobre o aborto. Parte dos Socialistas Democráticos pensam que o aborto deve ser proibido, outros pensam que deve ser liberado, outra parte pensa que cada caso é um caso que deve ser analisado e o restante não tem opinião formada nenhuma sobre o assunto, mais todos os pontos de vista são respeitados. Com certeza todos os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos sabemos que o Imperialismo Marxista antidemocrático quer nos enjaular a todos numa ditadura comunista. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *