MENOS UM TIRANO MARXISTA

Evo Morales ex-presidente da Bolívia que renunciou pressionado pela ação dos protestos que se iniciaram com a fraude nas últimas eleições, disse que era um democrata. O que mostra que este índio é um farsante total. No mínimo um mentiroso. Ele creditava ser o único capaz de governar a Bolívia para sempre. Não respeitou o resultado do Plebiscito no qual o povo boliviano não permitia mais do que uma reeleição. Para os marxistas, este foi um golpe de Estado. Quando as coisas são a favor deles, então afirmam que o povo decidiu.  Os Socialistas Democráticos sempre afirmamos que não se podia confiar num marxista como Evo Morales. Ele queria permanecer no poder de forma perpétua, para toda a vida.  Sempre dissemos que mais de uma reeleição faz mal à Democracia. O índio Evo Morales era um cínico, queria o poder e para isso invocava a Democracia. Seus amigos comunistas, marxistas, pró-comunistas e pró-marxistas estão muito tristes e dizem que foi um golpe de Estado. Mas ninguém viu um tanque de guerra nas ruas. O índio já foi tarde. O presidente marxista de México lhe ofereceu asilo político. Tomara que aceite e fique por lá pelos próximos 50 anos. O povo Boliviano e a Democracia não merecem um imbecil como esse. Os Trabalhadores não marxistas Socialistas Democráticos sabemos que o Imperialismo Marxista apoia as ditaduras comunistas e pró-comunistas como as de Evo Morales.  Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras. OS PRÓ-MARXISTAS ESTÃO TRISTES!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *