PELA RAZÃO OU À FORÇA

Isto está escrito no escudo (brasão) nacional do Chile. Hordas de delinquentes chilenos seguindo instruções do Partido Comunista do Chile, que por sua vez segue as diretrizes do Imperialismo Marxista e sem praticar primeiro o diálogo (a razão), assaltaram e destruíram o Metrô de Santiago, um dos mais modernos de América Latina. Ao Partido Comunista lhe importa pouco que o Metrô seja assaltado pelas hordas primitivas de comunistas e seus aliados “capachos do marxismo”, por causa do aumento da passagem dele. Ao final, tem o exemplo dos índios de Equador, que assaltaram a capital e o Parlamento porque não gostaram que houvessem tirado o subsídio da gasolina para dar mais dinheiro à educação e à saúde. Parece que os índios do Equador não gostam de educação e também não gostam de saúde. Apesar das duas serem gratuitas no Equador. No caso chileno é pior, porque há um Partido legal por trás dos desmanes que publicamente tem dado apoio a eles. Aplicar a lei aos comunistas tirando-lhes os cargos que exercem na Democracia e proibindo o partido como fizeram na Alemanha, Japão e Coreia do Sul, por ser um partido antidemocrático igual aos fascistas, é uma medida adequada e salutar para a Democracia. Deixando para voltar a legalizar o Partido Comunista do Chile no mesmo dia que Cuba legalizar os partidos democratas. Os Trabalhadores não marxistas SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa ditadura comunista. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *