STEP BY STEP

Assim chamam os norte-americanos de USA avançar em forma segura e tranquila. Isto é como a maioria dos Trabalhadores do mundo todo e suas famílias vivem normalmente. Os Trabalhadores, em sua grande maioria vivem conforme o que ganham. Alguns vivem modestamente, porque ganham um salário modesto, outros vivem melhor porque tem ganhos melhores. No final do mês, um dia antes do pagamento, estão zerados, más conseguiram administrar seu ganho e o mais importante de tudo, é que viveram (ou sobreviveram como preferem chamar outros). Como dizíamos, dias antes do pagamento estão zerados mas não endividados. Outros também estão endividados porque não conseguem administrar suas despesas mês a mês. Me lembro, que quando estava desempregado e sem auxilio contra a falta de emprego (cosa típica de uma economia Capitalista Selvagem), o dinheiro que tinha economizado era pouco (menos da metade do normal) para dois ou três meses seguintes e tive que tirar minhas filhas do curso particular, não comer fora de casa e acabar com todo tipo de luxo ou artigo não necessário. Os Trabalhadores temos que fazer grandes sacrifícios para sobreviver em “tempo ruim”. Em tempo não ruim (com trabalho) temos apenas que aguentar “viver apertados” e modestamente. No caso dos marxistas, eles não têm problema em arranjar outro emprego pois os comunistas são muito solidários entre eles e se procuram novos empregos rapidamente. Já, os democratas somos como animais: cada um por si (salve-se quem puder). Me pergunto se um país poderia ser igual a uma família de Trabalhadores. Gastar quanto entra. Distribuir inteligentemente o que entra para que todos da família possam usufruir do básico e do conforto quando existam sobras. Pouco a pouco pode se ir melhorando tudo. Assim como as famílias conseguem comprar uma geladeira, uma TV, ter uma vivenda para morar, uma cama para dormir, comida na mesa, roupa para vestir, etc., um país pode adotar o mesmo procedimento em lugar de se endividar. Afinal das contas as dividas tem que ser pagas, se não por mim, será por meus filhos ou gerações vindouras. Qualquer que seja a alternativa de pagamento, se eu não pagar, outros pagarão. Isto é uma covardia e uma canalhice dos governos e dos Parlamentos que autorizam tais dívidas. Um país que pega um empréstimo para resolver um problema agora porque não tem dinheiro, quem diz que terá dinheiro amanhã para pagar a dívida? Dizem os “sábios da economia” que se não se pega o empréstimo não se poderá construir aquela ponte e que continuará a se cruzar o rio em balsas. Alguém vê algum problema nisso. Em balsa ??. Os Trabalhadores NÃO marxistas Socialistas Democráticos sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa ditadura comunista onde todo o dinheiro que entra estará nas suas mãos e eles é que dirão quem tem direito a ter menos ou mais. (Sabemos quem eles vão privilegiar: eles mesmos). Temos ODIO e Nojo das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *