TRABALHO EM ABUNDÂNCIA

Todo trabalho devia ser algo em abundância em todas as sociedades. Não algo inventado ou criado artificialmente para eliminar o desemprego como é feito em Cuba. Em Cuba, praticamente não há desemprego, mas sim muito subemprego. Os ônibus andam com três funcionários (único lugar do mundo), um dirige, um cobra e outro anda de plantão para consertar o veículo se pifar. Os táxis têm várias pessoas para controle nas estações deles. Os restaurantes, lanchonetes e cafés têm a visita de dezenas de fiscais e inspetores. Cada um fazendo uma inspeção de uma coisa diferente. Em geral, o comercio é assim. As indústrias têm que suportar milhares de comissários políticos de fiscalização, muitas das vezes com interrupção do trabalho, etc. Isto se chama “subemprego”. O salário para todos eles não é nada bom, muito pelo contrário. Chamado salário de fome (como sussurro, porque em voz alta seria uma grave ofensa à “Revolução”, com pena de prisão por pelo menos dois anos). No sistema Capitalista somente o dinheiro é fonte para criar empregos, por isso os governos se empenham tanto em arrumar e atrair dinheiro. Acreditamos que um sistema que seja uma mistura de responsabilidade do governo existente e do capital privado, pelo desemprego, seria um sistema viável. Tanto o governo quanto o capital privado deveriam ser responsabilizados pela falta de emprego. Uma solução paliativa seria o seguro contra o desemprego, mantido pelo governo e pela empresa privada. Os Trabalhadores NÃO marxistas Socialistas Democráticos achamos o desemprego uma fatalidade vergonhosa do capitalismo selvagem. Declaramos que assim como não queremos Trabalhar sem receber, também não queremos receber sem Trabalhar. Mas queremos Trabalhar sempre. Sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa Ditadura por toda a vida. Temos ÓDIO e NOJO das DITADURAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *