TRILHÕES DE DÓLARES

O grupo Meliá da Espana tem pedido ao governo espanhol que o ajude a retirar o dinheiro do lucro obtido em Cuba durante anos e anos de operação. O governo cubano se faz de surdo e ignora tal pedido. Além dos milhões de dólares que os comunistas têm obtido com a operação do grupo turístico e hoteleiro Meliá em Cuba a través dos impostos, querem ficar com os lucros desta operação. Desta forma, se vê claramente (e se comprova) que fazer negócios com os comunistas é o mesmo (ou pior ainda) do que fazer negócios com bandidos ou gangster. Por outro lado, o Grupo Meliá terá que pagar “em dobro” os impostos pagos pela operação cubana ao “Governo de Cuba no exilio”. Isso acontecerá imediatamente depois que os cubanos e seus descendentes formem o governo no exilio. Isso obedece a imposição maior de que “qualquer empresa estrangeira com atuação em Cuba ou com Cuba, deverá pagar um imposto ao governo cubano no exilio”. Com os milhões de dólares que receberá o governo no exilio, poderá facilmente se autossustentar e continuar na luta pela derrubada dos bandidos que tomaram o poder na ilha e colocar todos eles na cadeia. Os trabalhadores NÂO marxistas somos pela Democracia contra as DITADURAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *