VENEZUELA DEMOCRÁTICA PARTE II

Existem muitas formas de fazer progressos e administrar uma sociedade. Falamos de progressos totais, plenos. Tanto na parte social como na parte material. Mas, particularmente, dois sistemas são os mais usados pelos países. As Democracias e as Ditaduras. Os civilizados que são respeitosos de todos, usam a DEMOCRACIA para isso. Ou seja, praticam o respeito a todas as opiniões, inclusive as contrárias. São respeitados os 5 Poderes independentes da Nação. Consideram as opiniões contrárias (minorias) como uma possibilidade frente às opiniões da maioria que são as vencedoras. Muitas vezes, as opiniões divergentes servem para mudar o curso dos acontecimentos, para a correção de rumos. Por outro lado, as vozes divergentes são mais propícias a levantar assuntos não absolutamente legais e éticos dos governantes. Enfim, também ajudam a DEMOCRACIA a entrar na linha legal e moral. Os países menos civilizados usam as DITADURAS. Estas podem ser de direita, estilo fascistas, religiosas ou marxistas comunistas. Tentam fazer o mesmo que as Democracias, mas o fazem “na porrada”, “no autoritarismo”, no absolutismo”, “no desrespeito das pessoas que divergem”. Nas DITADURAS ninguém está seguro, e as injustiças são enormes. Tudo depende do humor do ditador. Normalmente o que caracteriza as Ditaduras é a falta de regras fixas do jogo político. Na verdade, as Ditaduras têm tantas coisas ruins, que se poderia escrever um livro completo sobre elas. Por isso somos partidários de um sistema DEMOCRÁTICO para Venezuela sair do fundo do poço no qual os marxistas do Ditador usurpador Maduro enterraram o país. Os Trabalhadores NÃO marxistas SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS sabemos com absoluta certeza que o Imperialismo Marxista pretende nos meter numa Ditadura Comunista por toda a vida e nos fazer seus escravos. Temos ÓDIO e NOJO das DITADURAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *