ALLENDE E MADURO

Muitos de nós lembramos da triste época de Allende no Chile. Para se manter no poder, Allende recorria a “subterfúgios legais”. Na verdade, eram quase sempre apenas subterfúgios que não tinham amparo legal. Víamos com apreensão e tristeza como os militares eram usados por Allende. Os militares eram usados para fazer estrados para as assembleias políticas de partidários de Allende e milhares de coisas mais. Víamos como eles nada faziam pela população, vendo que passávamos fome e eles comiam do bom e do melhor, garantidos por Allende. Víamos com medo como os GAP (Grupo de Amigos Pessoais, bandos de delinquentes armados protegidos do regime) demonstravam sua impunidade com grosseria. Víamos com indignação como os allendistas em seus carros oficiais Fiat-1500 furavam as filas para comprar frango e, muitas vezes, não sobrava nada para nós, da fila. Como os supermercados ficavam vazios de mercadorias. Víamos como o dinheiro perdia seu valor. O que mais nos remordia a consciência é que havíamos votado nele para presidente y muitos de nós havíamos participado no início do governo ajudando em seu objetivo oculto (sem saber que era oculto) o marxismo e a ditadura. Víamos como única esperança o Parlamento Chileno dominado pelos Democratas Cristãos com Eduardo Frei à cabeça e sua presunçosa educação política, ao tratar com bandidos partidários de Allende que sustentavam o regime. Eduardo Frei era um Juan Guaidó de agora, só que agora Juan Guaidó do Parlamento de Venezuela tem mais coragem que Eduardo Frei Montalva para enfrentar um usurpador como Maduro. Longa vida ao Presidente Juan Guaidó. Os Trabalhadores NÃO marxistas Socialistas Democráticos, sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos numa Ditadura Comunista por toda a vida. Temos ÓDIO e NOJO das DITADURAS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *