ELETRICIDADE GRÁTIS?

No Manifesto Socialista Democrático existe uma parte que trata do fornecimento de energias gratuitas para as residências. Obviamente que se trata de favorecer aos mais pobres. No caso da eletricidade, como as famílias consumem de 80 a 550 KWh por mês, dependendo da residência e da capacidade financeira da família, podemos pensar em dar os primeiros 100 KWh grátis para todos. Acima dessa quantia, seria cobrado, pelo excedente, o valor normal, até 200 ou 300 KWh. Acima disso (pelo excedente), haveria um adicional para cobrir o custo da gratuidade. Ao final, e em total, a empresa de energia receberia o mesmo valor que antes (não haveria ganho nem perda). Quem pagaria este consumo gratuito? Resposta: todos os que consumem altas quantias de energia. Os pobres sairiam ganhando, porque praticamente não pagariam nada ou muito pouco. Seria uma forma de distribuição social. Quem pode mais, paga mais. Isto mesmo pode ser feito com a água e com o gás. Não precisamos de dictaduras para fazer coisas mais justas e socialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *