FRONTEIRAS

No mundo moderno ou atual há coisas verdadeiramente importantes que fazer e que resolver e outras menores que não vale a pena se preocupar porque são irrelevantes. No mundo moderno, todos sabemos que os problemas de fome, educação, saúde, trabalho, salario, liberdade, Democracia, etc., são problemas que temos a obrigação de superar. Com referência à Democracia, sabemos que as reeleições continuadas e contínuas e sem término dos mesmos governantes, contribuem para a DITADURA. Sabemos que os problemas citados acima, são grandes problemas. A água potável será um problema para as sociedades do mundo pela sua péssima distribuição e sua limitação de uso. O índio Ivo Morales presidente “vitalício” de Bolívia, insiste em criar atrito e problemas com seu vizinho Chile por causa de uso de um rio de águas de uso comum, uso internacional.  Para os desavisados, se o seu vizinho fosse Cuba, então não seria e nem haveria problema com compartir as águas do rio Silasia. No lugar de se-preocupar em resolver os problemas dos pobres do seu país, o índio antiamericano e pro-marxista usa o seu tempo para brigar com Chile. Também quer novas fronteiras. Quer um pedaço de mar nem que para isso tenha que dividir Chile em dois. Se é para reformular ou pretender novas fronteiras, então o mesmo se aplicaria para USA que teria que devolver Texas ao México. Panamá a Colômbia, Peru a Amazônia Equatoriana ao Equador, Brasil o Acre a Bolívia, Argentina a Patagônia ao Chile, Inglaterra as Malvinas a Argentina, etc., etc. Com isto se demonstra que o Índio Ivo Morales somente fala imbecilidades. Desejamos o melhor para o povo boliviano más sem Ivo Morales (que é um ditador na Bolívia) e a través do Socialismo Democrático. Os Trabalhadores não marxistas temos NOJO e ODIO dos ditadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *