INTERVENÇÃO

A recente declaração do Presidente da OEA (Diretor geral) ou Secretário Geral Luís Almagro, de que deve ser intensificado o dialogo com o governo pro-comunista de Nicolás Maduro na Venezuela e devem ser consideradas também outras formas de agir, como a intervenção militar. É , ao nosso ver, uma forma extremada de ver a situação de Venezuela. Isto se deve ao caos que impera nessa república sob o domínio dos socialistas marxistas (um tentáculo do marxismo). Somos contra o uso da força más sim do uso da energia, a máxima possível para tirar o ditador marxista do poder e restaurar a plena Democracia. Muitas pessoas estão felizes com esta declaração. Está claro que Maduro está se importando pouco com o uso da energia (porque não está sendo aplicada contra ele). Só se assusta com a intervenção armada. Este é um ato extremo do qual não participaremos e não moveremos um dedo por ele. Um ato enérgico, é que USA pare de negociar petróleo com Venezuela. Nada impede Trump de fazer isto. Venezuela está virando uma ditadura. Os Trabalhadores NÃO marxistas sabemos que o Imperialismo Marxista pretende nos meter a todos dentro de uma ditadura comunista. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *