JAIR

Jair Bolsonaro é um ex-capitão do exército brasileiro que já está em seu sétimo mandato como deputado federal no Parlamento do Brasil. Ele é membro do Partido Social Liberal, mas já passou por vários Partidos brasileiros. É considerado como um pensador extremista de direita. É apoiado por numerosos setores que encontram-se representados por ele nos seus pontos de vista extremados. Por exemplo, sobre os bandidos, assaltantes, assassinos, estupradores, ladrões, traficantes, sequestradores, etc., opina que devem ser tratados com a máxima energia e força. Não deve ser deixado nenhum deles solto em nenhum momento da pena, para voltar a cometer crimes. Deve ser reduzida a idade penal: adolescente que comete crime deve ser julgado como adulto. Muitos de seus adeptos são partidários da eliminação das cotas para negros nas Universidades Públicas gratuitas. O candidato a presidente do Brasil pretende acabar com estas cotas mas sabe que isto é difícil por causa da dependência do Parlamento. Ele colocou o exemplo de dois meninos que são amigos e pretendem estudar na mesma Universidade. Um deles é negro afrodescendente e o outro é pobre. O pobre é muito inteligente e estudioso, tem uma nota 9 na prova de ingresso na Universidade e o negro tem um 5.   O negro entra na Faculdade pela cota dos negros e o outro menino pobre, mais estudioso fica de fora porque acabou a cota de brancos mesmo com nota maior. Disse que ISSO É MUITO INJUSTO. Muitas pessoas concordam. Pergunta ele: por que o Brasil tem que ser dividido em brancos e negros, em homens e mulheres, em gordos e magros, com cotas no lugar de capacidade??? Muitos não concordam com estas cotas e o apoiam e o apoiarão no voto. Na entrevista, foi acusado de defender o ex-presidente Chaves de Venezuela no passado. Ele disse que isso foi na época que Chaves defendia os EEUU e atacava a Cuba de Fidel Castro. Isso foi antes de sublevar-se contra a Democracia com um golpe militar. Outras questões polêmicas defendidas pelo candidato são: legalização da posse de armas para quem queira se defender dos bandidos, os refugiados deviam ser peneirados para evitar o ingresso dos “indesejáveis”. Muitos brasileiros o apoiam e dão a ele o primeiro lugar nas pesquisas. Mas estas mesmas pesquisas dão a ele um alto índice de rejeição. Com referência ao Imperialismo Marxista, como nós, os Trabalhadores Socialistas Democráticos, ele sabe (e todo o mundo sabe), que pretende submeter à força a todo o mundo numa ditadura comunista. Bolsonaro se considera um Democrata, mesmo que poucos acreditem nisso. Temos NOJO e ÓDIO das ditaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *