OS EVANGELHOS

Todos sabem que o evangelho do CRISTIANISMO pode ser sintetizado mais ou menos assim: “AMA A TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO”. O evangelho do SOCIALISMO DEMOCRÁTICO poderia ser sintetizado como: “AJUDA TEU PRÓXIMO A TER AS MESMAS COISAS BOAS QUE TU, NÃO SEJAS MESQUINHO NEM EGOÍSTA. SÊ SOLIDARIO”. Da mesma forma, podemos dizer que o evangelho do MARXISMO é: “ODEIA A QUEM TEM MAIS DO QUE TU”. O evangelho do capitalismo selvagem seria: “PREOCUPA-TE CONTIGO MESMO E NEM OLHES PARA OS OUTROS”. Estas quatro concepções simples do que poderia ser um evangelho, segundo a filosofia que o respalda, retratam mais ou menos fielmente o que representam estas correntes do pensamento.

Com referência à política para governar uma sociedade, estas quatro “ideologias” apresentam formas diferentes de fazer isso. Com exceção do marxismo, as outras três se apresentam como adversárias de poder (o marxismo seria um inimigo mortal) numa Democracia da qual são parte constituinte. Caraterísticas de uma Democracia: liberdade de expressão (ninguém é preso por discordar do governo, cada um é livre de pensar como quiser); liberdade de informação (existe imprensa independente com leis que a protegem (não é delito informar fatos contra o governo exceto fake news, ninguém pode ser acusado e colocado na cadeia por “usurpação de atividade do Estado” como em Cuba”); pluripartidarismo (todos os partidos políticos que aceitem respeitar e defender a Democracia são permitidos e protegidos); separação absoluta dos cinco Poderes da nação (Executivo, Judicial, Parlamentar, Defensivo e Controlador); FFAA absolutamente independentes (proibido seu uso político e por políticos também); respeito às leis do país (e respeito a todos). Eleições consistentes, livres e Democráticas (se a abstenção superar os votantes, a eleição é nula e deve ser repetida). Então as três opções são plenamente e autenticamente democráticas: direita, centro e esquerda.

Muito diferente é o caso do marxismo: ele não é democrático, é ditatorial; politicamente falando, proíbe a livre expressão de ideias; condena a manifestação de opiniões contra o governo; proíbe as greves, por mais justificadas que sejam – não reconhece esse direito dos Trabalhadores; substitui o capitalismo misto (estatal + privado) pelo capitalismo de Estado, 100% estatal (que é muito ineficiente e burocrático, penalizando todos os Trabalhadores); proíbe as pessoas de agir livremente com um meio de produção para seu sustento (proíbe as empresas privadas – nem as de ação social sem fins de lucro são permitidas); o Estado é dono de tudo (você é apenas uma insignificante peça de uma engrenagem, e seus filhos também); obriga você a denunciar seus pais ou e/ou filhos se são contra o governo; mantém milhares e milhares de espiões e delatores entre os cidadãos; ensina obrigatoriamente que o marxismo é o Paraíso e a Democracia é o Inferno. Se você se sair das suas normas “draconianas”, é preso, julgado e, com sorte, seu advogado pode escapar da cadeia, assim como a sua família.

O Socialismo Democrático é uma doutrina filosófica antimarxista e anticomunista dos Trabalhadores, é autenticamente democrática, que pode estar presente nos três lados da Democracia, em maior ou menor grau: na direita, no centro e na esquerda. Dificilmente será encontrada na extrema direita (fascismo) ou na extrema esquerda (marxismo-comunismo ou socialismo marxista). É dizer, não será encontrada nos extremos ditatoriais e antidemocráticos. Seu principal exponente é o filósofo Italiano Norberto Bobbio (RIP).

Bom livro para ler: “O MANIFESTO SOCIALISTA DEMOCRÁTICO DOS TRABALHADORES NÃO MARXISTAS”.

SABIA QUE A FILOSOFIA SOCIALISTA DEMOCRÁTICA REÚNE O MELHOR DO SOCIALISMO (JUSTIÇA SOCIAL) E O MELHOR DA DEMOCRACIA (LIBERDADE) E É ANTIMARXISTA?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *