PRINCÍPIOS SAGRADOS

Em 02 de setembro de 1945, a bordo do navio de guerra Missouri, ancorado na Baía de Tóquio, foi assinada a rendição incondicional do Império Japonês às forças aliadas lideradas por os EEUU.  Nessa oportunidade, após o ato solene o General Douglas MacArthur fez um discurso no qual salientou que “o mundo começava uma nova era de PAZ, TOLERÂNCIA E JUSTIÇA”. Cabe explicitar aqui, que estes três tópicos são fundamentais para uma sociedade qualquer, que se autointitule de DEMOCRÁTICA.  Para nós, os Trabalhadores NÃO marxistas, SOCIALISTAS DEMOCRÁTICOS, estes três princípios são sagrados. E lutamos por eles, de forma incessante, para mantê-los nos nossos objetivos de vida. Vejamos como são estes princípios numa ditadura comunista. A PAZ num sistema comunista é mantida com repressão ponta de fuzil, quem não estiver satisfeito, fica calado ou vai para cadeia. Esta não é a Paz a que se referia o General em seu discurso. A TOLERÂNCIA não existe num sistema de governo comunista, já que eles não toleram nenhuma divergência (com eles), e a JUSTIÇA? Como se pode falar em JUSTIÇA numa ditadura na qual os juízes são nomeados pelo governo e é proibido aos Trabalhadores ter seus próprios partidos políticos? Sabemos que o IMPERIALISMO MARXISTA pretende nos meter a todos numa ditadura comunista. Temos ÓDIO e NOJO das ditaduras. O novo governo do Japão pediu ao General MacArthur que a nova Constituição do Japão eliminasse as Forças Armadas. Petição que foi aceita para que assim o Japão tivesse dinheiro para a reconstrução. Mas assim que o Japão estivesse bem economicamente, seria criada uma pequena força de autodefesa tão pequena que não seria ameaça para nenhuma outra nação. O Japão REFLORESCEU!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *